INTO: Grindr lança revista virtual voltada ao público LGBTQ+

Grindr_Into_header_INT_4
Com o passar do tempo, o Grindr deixa de ser apenas um aplicativo de pegação para se tornar uma marca de lifestyle voltada ao público LGBT. Aos poucos, o app vem se desvencilhando da imagem de `mercado de carne` para promover acoes que visam conectar e servir de apoio à comunidade gay.

Essa transformação inclui a criação de emojis próprios, festas promovidas ao redor do globo, o lançamento de uma coleção de roupas, arrecadações e doações em prol dos refugiados sírios homossexuais…

A última novidade é a INTO, uma revista online que aborda temas como cultura, viagem, vida noturna, moda e fotografia através de uma vertente queer – com matérias como `Conselhos para escapar de um encontro horrível`, `Os 10 Pokémons mais gays` e `Como era a comunidade queer nos anos 80`.

E para garantir um conteúdo próprio e de qualidade, a publicação conta com a colaboração de diversos nomes importantes no cenário LGBT – como Michael Bailey Gates e o recentemente falecido Ren Hang.

O fundador do Grindr, Joel Simkhai, teve a ideia de criar a revista após ouvir sugestões dos três milhões de usuários diários do aplicativo, que buscavam por conteúdos de uma perspectiva global, mas personalizada.

A proposta da publicação é justamente informa-los com matérias interessantes que possam servir para a vida cotidiana. Disponível no site oficial do Grindr, a INTO tem algumas características especificas e não faz publicidade e nem apresenta conteúdos pornográficos, racistas ou dogmáticos.

Também não é permitida a apologia e imagens de armas e drogas e nem de menores de idade. Em contrapartida, a revista aposta na promoção do sexo seguro a fim de promover a qualidade de vida de seus leitores.

Grindr_Into_INT_4

Comentários

Comentários

Adele Grandis: Taurina com ascendente em touro - isso explica muita coisa!