Transbordar – Relatos Sobre a Liberdade do Corpo: um documentário sobre empoderamento e preconceitos

transbordar_1
O Coletivo Reverso é formado por um grupo de estudantes de Maringá (PR), com o objetivo de dar voz às minorias e estimular a discussão sobre desconstrução, empatia, empoderamento e representatividade através de abordagem criativa de assuntos não tão aprofundados pela mídia tradicional.

Fundamentado no jornalismo, o coletivo é um projeto independente que visa propagar as novas concepções e valores a respeito do mundo e das relações entre as pessoas disseminando informações por meio de ferramentas de áudio, vídeo e texto.

Sua primeira produção, recentemente estreada no YouTube, é o documentário ‘Transbordar – Relatos Sobre a Liberdade do Corpo’, que em quase trinta minutos compila depoimentos de voluntários nas redes sociais sobre aceitação, liberdade do corpo, padrões estéticos impostos pela sociedade e preconceitos.

transbordar_2

Gravado em uma locação desocupada de Maringá, o filme traz à tona a história de Luisa Krause; que fala sobre a figura feminina em uma sociedade machista, Mariana Faleiros; que compartilha relatos de casos de gordofobia entre amigos e familiares, Naomi Neri; que ressalta a representatividade e os preconceitos do corpo transgênero na sociedade e Fernando Geremias; que relaciona a aceitação de seu corpo com questões psicológicas.

Questões como gordofobia, transfobia e machismo não são devidamente tratados pela imprensa. A criação de uma peça audiovisual com pessoas que vivem essa realidade todos os dias é uma das melhores maneiras de informar e gerar o debate. Sabemos que isso é uma pequena parcela de um tema muito grande, que deve ser discutido diariamente, mas empatia e respeito devem ser prioridades’, declara Dee Freitag, repórter do Coletivo Reverso.

Comentários

Comentários

Adele Grandis: Taurina com ascendente em touro - isso explica muita coisa!