Anjos da guarda impedem manifestação homofóbica em funeral de vítima da Pulse

funeral_orlando4

O ataque à boate gay Pulse, em Orlando, que resultou na morte de 49 pessoas e deixou outras 53 feridas, comoveu o mundo. Chamou a atenção dos engajados e desavisados sobre a importância da homofobia ser uma pauta atual de debate, sim. No entanto, não bastasse sofrer a perda de Christopher Leinonen (foto acima), uma das vítimas fatais do incidente, amigos e familiares do jovem tiveram de lidar com outro caso de intolerância em seu funeral.

Talvez você desconheça, mas existe nos Estados Unidos um grupo de manifestantes da Igreja Batista Westboro (WBC) que realiza seus protestos de ódio justamente em velórios e enterros. Criado em 1955, baseado em Topeka, no Kansas, o coletivo promove ações contra homossexuais desde 1991.

funeral_orlando1

Composto por cerca de 50 pessoas, o bando conta, inclusive, com o site godhatesfag.com (deusodeiabichas.com) para disseminar seu discurso preconceituoso. Além dos gays, católicos, judeus e muçulmanos também são alvos do grupo.

O WBC não é afiliado oficialmente a nenhuma denominação batista e já teve suas ações condenadas pela Baptist World Alliance e pela Southern Baptist Convention, duas das maiores denominações batistas.

funeral_orlando2

E no último sábado (18), o alvo seria o velório do rapaz de 32 anos. Contudo, a manifestação acabou sendo impedida por nada menos que 200 anjos da guarda. Cientes dos ataques do grupo, conhecidos e desconhecidos da vítima se mobilizaram, vestindo-se com trajes celestiais para prestar apoio aos familiares do jovem.

Uma grande tela de arco-íris e asas de linho branco foram confeccionadas por voluntários do departamento de figurino do Orlando Shakespeare Theater. Além dos anjos, outras pessoas marcaram presença no funeral com cartazes e camisetas com mensagens de amor se solidarizando à comunidade gay.

funeral_orlando3

O departamento de polícia de Orlando aprovou a iniciativa e publicou um vídeo da manifestação anti-homofobia em sua conta oficial do Twitter.

Esta não foi a primeira vez que anjos reais compareceram a um enterro nos EUA. Em 1998, uma ação similar aconteceu durante o velório de Matthew Shepard, um homossexual morto em Wyoming.

Comentários

Comentários

Adele Grandis: Taurina com ascendente em touro - isso explica muita coisa!