Enfim uma homenagem bacana às groupies

groupies1
Groupie é uma terminologia derivada de grupo, que referencia aquela fã com interesses além de um simples autógrafo ou selfie com seu ídolo. Geralmente, uma groupie é devota da banda e busca/tem conexões íntimas com seus membros – em alguns casos a intimidade segue, inclusive, entre quatro paredes.

Trata-se de um fenômeno que veio à tona em 1965, por mais que já existissem groupies muito antes disso. Foi nesse ano que elas ganharam popularidade e o termo que define suas condições.

groupies7

Há quem diga que foram os caras do Rolling Stones a criar a palavra como ‘código’ para se referir às meninas com quem transaram durante um tour na Austrália. Porém, quatro anos mais tarde é que as groupies ganharam a atenção da mídia.

Em fevereiro de 1969, a revista Rolling Stone publicou a matéria ‘Groupie: The Girls of Rock’, que enfatizava o comportamento sexual das garotas com os roqueiros da época. No mesmo mês, a TIME publicou o artigo ‘Manners & Morals: The Groupies’. E no final daquele ano, os jornalistas britânicos Jenny Fabian e Johnny Byrne lançaram um livro autobiográfico chamado ‘Groupie’. No ano seguinte, um documentário baseado na publicação chegou aos cinemas.

groupies2

Pamela Des Barres é uma das groupies mais populares. Sim, porque groupie inteligente é aquela que não vive às sombras de seus ídolos rockstars. Fortemente atuante nas décadas de 60 e 70, ela chegou a ser baby-sitter dos filhos de Frank Zappa e se aventurou entre os lençóis de nomes como Keith Moon, Mick Jagger e Jimmy Page.

Des Barres se tornou escritora e vai contra as associações constantemente negativas que muitas pessoas têm de suas coleguinhas. Para ela, uma groupie está para um roqueiro como Maria Madalena esteve para Jesus! Muito além da reputação promíscua, uma groupie demonstra cuidado e preocupação com sua banda querida, aquele ombro amigo na estrada, para os momentos de solidão.

groupies5

Ela publicou os livros de memória ‘I’m with the Band’ (1987) e ‘Take Another Little Piece of My Heart: A Groupie Grows Up’ (1993) e outros dois que contam com depoimentos de outras groupies; ‘Rock Bottom: Dark Moments in Music Babylon’ e ‘Let’s Spend the Night Together’ (2007) – para o qual entrevistou as veteranas Catherine James, Connie Hamzy, Cherry Vanilla, Dee Dee Keel, Margaret Moser e Pleasant Gehman, Patti Johnsen e Lexa Vonn, famosinhas nas décadas de 80 e 90.

groupies4

Além de escrever, Des Barres também fundou a GTOs, uma banda só de groupies, produzida por… Frank Zappa! Sua amiga Cherry Vanilla acabou sendo assessora de David Bowie e outra precursora, Tura Satana, ensinou a Elvis Presley alguns de seus passinhos de dança mais famosos.

As groupies seguem firmes e fortes, mas seus tempos áureos já se foram. Os estigmas continuam, apesar dos tempos idos. A fim de homenagear essas mulheres que inspiraram canções que marcaram época e acompanharam de perto os bastidores das maiores histórias das principais bandas de rock, o duo de fotógrafos Wiissa acaba de lançar o curta ‘Midnight Rambler’.

groupies3

O filme tem roteiro inspirado em declarações de Des Barres e suas colegas e re-imagina histórias vivenciadas pelas groupies através de uma visão mais humana e pessoal, livre de preconceitos. Confira:

Comentários

Comentários

Adele Grandis: Taurina com ascendente em touro - isso explica muita coisa!