Dois curtas pra você curtir

Reunimos neste post dois curtas sobre sexualidade que merecem ser vistos, curtidos e compartilhados. Confira:

curta_rotulo_2
:: Bichas ::

curta_bicha_1
Uma produção totalmente independente, roteirizada, dirigida e gravada pelo publicitário Marlon Parente. Trata-se de um documentário de pouco mais de meia hora, que tem como missão o combate à homofobia e conscientização da população sobre a importância de aceitar a diferença.

O que é ser bicha? De acordo com os depoimentos colhidos e compilados no filme, a definição se trata, acima de tudo, de um ato político e quanto mais os gays expuserem sua sexualidade, mais empoderamento o movimento pode obter.

A fim de informar os expectadores e extinguir preconceitos e julgamentos, os participantes expõem suas vivências e experiências, reforçando as dificuldades de infância, bullying sofrido no colégio e como foi o momento no qual se deram conta e assumiram, de fato, a homossexualidade.

:: Rótulo ::

curta_rotulo_1
Vencedor como Melhor Ator, Melhor Curta Nacional e Melhor Roteiro pelo Júri Popular do 21º Festival Mix Brasil, o filme tem roteiro e direção assinados por Felipe Cabral – que também aparece em cena ao lado da atriz Julia Stockler.

Em dez minutos, o duo contracena em um quarto como dois jovens amigos que acabaram ficando na noite anterior e travam uma discussão acalorada sobre suas sexualidades ao acordarem.

Com diálogos rápidos, que usam e abusam de jogos de palavras com muita ironia e sarcasmo, a dupla questiona a necessidade de afirmarmos o que somos e os rótulos costumeiros utilizados acerca da sexualidade alheia.

Comentários

Comentários

Adele Grandis: Taurina com ascendente em touro - isso explica muita coisa!