PETA garante que veganos são melhores de cama. Será?

petav4

Ser vegetariano ou vegano é uma escolha bem interessante – mesmo considerando que, vivendo em uma grande cidade, dificilmente você levará uma vida completamente distante da crueldade contra os animais (vide sacolinhas plásticas, pasta de dente, açúcar, biocombustível, pneus de carros ou bicicletas e assim segue uma vasta lista). Obviamente que evitando o consumo de carne e seus derivados animais já é um grande passo – ainda que se seja conivente com os utilitários fundamentais para rotina, tudo bem.

Entusiasta no incentivo ao veganismo e vegetarianismo está a famigerada e polêmica PETA, que vira e mexe lança alguma campanha polêmica, como sua última propaganda desenvolvida para ser transmitida com exclusividade durante o SuperBowl, evento com maior audiência transmitido na televisão americana.

A organização se baseou em um estudo publicado pelo The American Journal of Clinical Nutrition, que revela que homens adeptos a uma dieta rica em flavonoides (encontrados em frutas como morango, maçã e mirtilo) têm até 20% menos de chances de brocharem.

Os dados serviram para o roteiro do reclame de 40 segundos enfatizando que os veganos são melhores de cama! O curta é dividido em dois quadros: um composto por casal vegetariano bombando no rala-e-rola e outro de um carnívoro que termina ‘o serviço’ antes do tempo esperado pela moça.

petav1

O que ela faz? Revoltada, senta-se à beirada da cama e com o celular em mãos digita freneticamente para alguém enquanto o rapaz se veste, vai embora e é tomado por algo que cai dos céus (um ar condicionado?), vingança de sua parceira de cama. Enquanto isso, a outra dupla segue em meio a gemidos.

Comentários pertinentes: nada bacana da parte da mocinha vegetariana ser tão rude assim – e louca de arremessar do alto algo em cima do cara com quem acabou de transar. Outra coisa, o sexo dos veganos pode até durar mais, mas não se vê nada de qualidade ali – eles só se esfregam, envoltos em um lençol e com a mulher sem sequer tirar o sutiã!

Bizarro, controverso e tendencioso, uma vez que os fatos não são explicados baseados em dados científicos mais específicos. Do tipo, mais metade dos homens entre 40 e 70 anos sofrem de disfunção erétil – algo que pode ser passageiro ou crônico.

Fatore que contribui, em partes, para esses dados é o famoso colesterol – sim, ele está presente em carnes, ovos e produtos à base de leite e o coração não é o único a sentir o drama.

petav2

No entanto, não é necessário ser vegan ou vegetariano para combater a impotência. Uma vida saudável surte os mesmos efeitos. Dormir bem, alimentar-se corretamente, controlar o estresse, praticar exercícios físicos também são de grande valia.

É o consumo excessivo de carne vermelha que causa inflamações pelo corpo, afetando o fluxo sanguíneo e, às vezes, por consequência a ereção. Comer carne vermelha moderadamente e apostar nos flavonoides é uma alternativa válida – e sem necessidade de deixar de ser carnívoro.

Nem todo vegetariano é saudável também. E outras questões bem mais importantes poderiam ser abordadas pela PETA, como o colesterol, a obesidade, a diabetes, o câncer de próstata e o desiquilíbrio hormonal.

Um bom sexo não tem, necessariamente a ver, com a durabilidade da trepada. A performance na cama é algo que varia de acordo com os gostos pessoais de cada um. Isso sem contar que existem outras causas que levam um homem a brochar: problemas de autoestima, excesso ou falta de desejo, estresse e/ou o simples fato de não estar a fim no momento.

petav3

Last Longer, Go Vegan’ é um slogan falho neste caso. Ótimo que mais de cem animais sejam salvos anualmente caso um de nós opte por abandonar carne, ovos e outros alimentos à base de leite. Que tal passar esta mensagem de uma forma mais eficaz?

No fim das contas a propaganda acabou sendo banida da televisão americana, por considerar o conteúdo sexualmente explícito. No YouTube, todavia, em menos de duas semanas o vídeo já recebeu mais de 2.800 milhões de visualizações – com 4.410 dislikes x 2.899 likes.

Comentários

Comentários

Adele Grandis: Taurina com ascendente em touro - isso explica muita coisa!