Livros de princesas e super-heróis em situações cotidianas para colorir fazem sucesso na rede

l10

2015 foi um ano de sucesso para a cartunista sueca Linnéa Johansson. Aos 29 anos e mãe de um pequeno de três, no primeiro semestre ela ganhou as redes graças a uma série de ilustrações desenvolvidas especialmente para seu filho, mas que por conta da popularidade online, acabou conquistando a atenção e admiração de muita gente.

‘Super Mjuka Hjältar’, publicado em março em seu site oficial e disponível para download gratuito, é um livro para pintar que retrata super-heróis tão motivadores para a garotada em situações vulneráveis. Tem desde o Super-Homem vestido como Branca de Neve até o Homem-Aranha cadeirante e o Batman preparando cookies para sua prole.

l4
A artista teve a ideia de tocar o projeto após ouvir do próprio filho que super-heróis não choram. “Esta noção de que meninos não podem ser vulneráveis é uma grande mentira. Eles têm emoções e são personagens complexos. O problema e que as editoras insistem em mostrar apenas agressão e violência, estereotipando-os de maneira errônea”, desabafou em seu blog.

Uma vez que hoje vive na Noruega, a obra foi escrita em norueguês, porém, como as ilustrações dispensam legenda e transmitem a mensagem por si só, não demorou a que pais e filhos do mundo inteiro a contatassem para agradecer a iniciativa. Muitas crianças, inclusive, enviaram seus próprios desenhos como forma de agradecimento.

l5
Muito além de ter conseguido explicar ao próprio filho que homens choram e sofrem sim, Linnéa conseguiu atingir desconhecidos ao redor do globo e percebeu que poderia fazer mais por essas crianças, considerando que seu trabalho fora tão bem recebido.

Então, poucos meses depois, um novo livro foi publicado de forma independente, também disponibilizado para download gratuito e, desta vez, com textos em inglês. Eis o ‘Super Strong Princess’, voltado não apenas às meninas como meninos e seus pais também. Todos são bem vindos a colorir e assimilar as mensagens de empoderamento feminino passadas pela artista.

l7
Desta vez, a ilustradora selecionou suas dez personagens favoritas da Disney e deu a cada uma delas novas habilidades em uma série de imagens inspiracionais – deixando a beleza de lado para se focar na ação e voz das moças nada frágeis e muito menos pobre coitadas.

Vemos Bela como uma inteligente cientista, Mulan como campeã de roller derby, Malévola e a Rainha Má como um casal lésbico e Anna e Elsa, de Frozen, como vítimas do câncer que abrem mão da peruca e assumem suas carecas numa boa.

Durante o processo de criação, a artista fez uma análise interessante: em geral, nessas histórias, as mulheres têm amigos homens e inimigas mulheres. “Ariel tinha amigos e sua inimiga era a Úrsula. Branca de Neve tinha os sete anões e a sua inimiga era a Rainha Má. Até mesmo Aurora, que tinha fadas madrinhas como guardiãs, tinha também como inimiga a Malévola”.

l8
Linnéa acredita, contudo, que se considerarmos alguns aspectos, as bruxas têm papel bem mais representativo nas histórias. Todas têm personalidade, força, independência, vitalidade e poderes mágicos. Enquanto as princesas são apenas belas e jovens, obedientes, inocentes, passivas, submissas e sem acesso aos poderes mágicos. Resta-lhe apenas a esperança de encontrar logo um príncipe encantado.

Se você parar para analisar, Malévola é independente, experiente, sábia, poderosa, selvagem. Ela é grande protagonista em A Bela Adormecida. Aurora, a princesa, passa o filme praticamente inteiro dormindo e tem duas ou três falas apenas”, explica.

l9
Através de suas ilustrações inteligentes e bem humoradas, a artista pretende expandir os horizontes das pessoas no que diz respeito aos preconceitos e estereótipos. “É comum que os adultos pensem que as crianças só se identificam com personagens que correspondam ao seu gênero sexual. Para meus filhos quero mostrar justamente o oposto disso, dizer que ele pode se identificar com o que bem entender. Quero que ele possa crescer aprendendo a respeitar uma mulher e não vê-la como uma propriedade, alguém que deve apenas satisfazê-lo ou ser bonita e basta”, continua Linnéa.

Que seus desenhos sigam fazendo sucesso e seus desejos sejam atendidos feito um passe de mágica. É de mais mães assim que estamos precisando…

l6

Comentários

Comentários

Adele Grandis: Taurina com ascendente em touro - isso explica muita coisa!