A pele mais escura de Neelam Gill

Aos 20 anos de idade, a modelo indiana Neelam Gill já conquistou muito. Não só em sua carreira como modelo, mas em representatividade.

Inserida em uma indústria conhecida pelas altas exigências das modelos dentro de um padrão estético específico, Neelam combate este paradigma logo de cara: foi a primeira modelo indiana a encabeçar uma campanha da marca inglesa Burberry.

Um panorama rápido para quem não conhece nem de moda, nem de Inglaterra, nem de Índia – afinal, ninguém é obrigada(o): em 1858, os ingleses começaram seu longo processo de exploração no país, por meio da Companhia das Índias Orientais, ou “Índia Britânica”.  A exploração foi tal que, atualmente, os indianos são considerados cidadãos ingleses, e o país só foi capaz de se libertar em 1947, graças ao processo iniciado no começo do século XX por Mahatma Gandhi (marcado principalmente por protestos pacíficos, chamado também de revolução não-violenta).

A Burberry é uma das mais tradicionais casas inglesas de moda. Famosa pelo seu Trench Coat e suas estampas xadrez, suas primeiras coleções datam de 1856, e sua consolidação na moda britânica em 1870. Ativa até hoje, já contou com várixs fotógrafxs clicando suas campanhas, um dos mais reconhecidos sendo Mario Testino.

Agora, vamos fazer uma matemática: em 1856, quando surge a Burberry, e mesmo em 1870, quando ela já se tornava uma marca de destaque no mercado inglês, a Índia, de onde veio Neelam Gill, ainda era uma colônia de exploração da terra-da-Rainha. Apenas em 2015, e sob o custo de muita revolta na internet, é que a marca opta por colocar em sua campanha uma modelo indiana.

Antes tarde do que mais tarde, não? Apesar do atraso de alguns séculos, o relato da modelo mostra algo diferente do que estamos acostumadas a ver com as peles de pessoas negras, asiáticas, indianas, ou qualquer outra cor que não seja a branca no mundo da moda: deixaram sua pele mais escura.

Depois de muitas fotos onde negras famosas aparecem um pouco “pálidas”, ver uma marca como a Burberry se posicionar desta forma abre um precedente no mundo da moda que não havia sido aberto antes: o destaque da diferença.

Sim, ainda é uma indústria feroz e perigosa para a autoestima de milhões de meninas ao redor do mundo. E, apesar de ter sido um passo muito pequeno diante do que o resto do universo fashion faz na direção contrária, é um passo concreto, com resultados evidentes: na foto, Neelam se destaca sim pela cor de sua pele, por estar nítido que ela é indiana.

Neelam é a primeira garota indiana a estar na campanha da marca inglesa Burberry.

Neelam é a primeira garota indiana a estar na campanha da marca inglesa Burberry.

 

Comentários

Comentários

bisexual, disléxica, fotógrafa, cinegrafista e drag queen maravilhosa nas horas vagas. manda um beijo em todos os ombros